quarta-feira, 27 de abril de 2011

abril


tempos de desencontros
sei lá de quês, sei lá de quens
um palpite, sobre, arriscado? 
vá lá, seria um palpite riscado

sei que ela chegou, assim
em qualquer dia de abril e

e abriu!

1ºATO
está faltando

3ºATO
é somente uma chuva

6ºATO
me faz bombear mais do que o meu sangue me tem feito

  
entre o 3º e o 6º ATO: 
me fala qualquer coisa sobre você
odeio pipoca! odeio mas gosto, todos gostam, pois.
pois pode vir que eu te faço o dobro dos teus poemas não lidos,
sessenta e quatro!



BULA

Entender a longa explicação ausente de códigos e/ou palavras. 
Compreender a longa explanação perdida e encontrada no limiar dos meus olhos.


EFEITOS COLATERAIS

Não é sobre você, é sobre mim.

DIAGNÓSTICO
 
Não fujo, te encontro. Não tenho mais forças para fugir. Aliás, nem sei se quero mais isso!
Ou seja, estou doente.

Um comentário:

helena_! disse...

Lindi, lindo! Muito bom mesmo. =]